DIA NACIONAL DA MULHER:DIGA NÃO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES!

Em 30.04.2015   Arquivado em Uncategorized
Oi
oi meninas!
Bem
hoje se comemora o dia nacional da mulher, essa data teve origem  em 1980, como homenagem a Jerônima Mesquita, a
enfermeira brasileira que liderou o movimento feminista no Brasil, e fundou o
Movimento Bandeirante, que tinha como objetivo principal promover a inserção da
mulher em todas as áreas da sociedade. Jerônima Mesquita esteve também
envolvida na criação do Conselho Nacional das Mulheres.
A
data do Dia Nacional da Mulher foi escolhida por ser o dia do nascimento de
Jerônima Mesquita e a lei que instituiu a data no Brasil foi a 6.971/1980.
Nesses 35 anos as mulheres conquistaram muitos direitos, mas ainda batalhamos
por muito mais.
Mesmo
conquistando seu espaço na sociedade, muitas mulheres sofrem com vários tipos
de violência em nosso país.
violência
contra a mulher
 envolve os atos de violência, que se manifestam por
meio das relações assimétricas entre homens e mulheres, envolvendo por vezes
discriminação e preconceito.A violência contra mulher pode assumir diversas
formas que não uma agressão sociopática de
natureza sexual e perversa no
sentido psicanalítico do termo, até formas mais sutis
como assédio sexual,discriminação, desvalorização do trabalho doméstico de
cuidados com a família e maternidade.
Segundo
Casique, Furegato (2006)  dentre as diferentes formas de violência de
gênero falam da violência familiar ou violência doméstica e
a violência no trabalho, que se manifestam através de agressões físicas,
psicológicas e sociais. Na violência intrafamiliar, contra as mulheres ou as
meninas incluem o maltrato físico, assim como o abuso sexual, psicológico e
econômico.
Bem meninas o
que eu quero dizer é que infelizmente em pleno século 21 ainda temos que lutar
contra diversos tipos de violência.
Então não
hesite em denunciar caso algum dia você venha sofrer, ou uma tia, sua mãe, sua
amiga, sua vizinha.
 Denuncie violência contra mulher é crime: LIGUE 180.
Beijos 

CINTURINHA DE PILÃO

Em 23.04.2015   Arquivado em Uncategorized

Olá amores!
Febre entre as celebridades, como Kim e Khloé Kardashian e Jessica Alba, para ficar com a cinturinha fininha e modelada, o ESPARTILHO ou CORSELET chegou com tudo! Nada de abdominais e lipo ehehhee….
Mas será que funciona mesmo?  Podemos dizer que sim, realmente funciona. Porém, tem seus prós e contras. Vamos dar uma olhadinha neles:
PRÓS:

  • Ajuda a manter a postura correta;
  • Devido a isso disfarça a barriguinha;
  • Obriga a manter a musculatura abdominal contraída;
  • Aliado a exercícios oblíquos abdominais dá ótimos resultados;

CONTRAS:

  • Não se pode usá-lo apertado demais, pois as duas últimas costelas podem comprimir a caixa torácica e prejudicar a proteção dos órgãos internos;
  • Pode causar falta de ar;
  • Pode atrapalhar a digestão;
  • Não se pode exceder 6 horas de uso diário;
  • Pode aumentar varizes;
  • Pode acelerar o aparecimento de hérnia de disco.
Então já sabem meninas, nada de usar o espartilho apertado demais, porque pode causar danos à saúde. E nada de ultrapassar as seis horas diárias também.
O valor do espartilho varia de R$ 50,00 a R$ 150,00 ou mais caro, dependendo do modelo, material utilizado e acabamento. Usei como base o site corsetlux e o bella moda import.
Abaixo segue alguns modelos, do mais simples, feminino, a sexy!

E então meninas, o que acharam? Já têm essa experiência com espartilhos?
Beijocas e uma ótima quinta!

SAÚDE DA MULHER: PÍLULA ANTICONCEPCIONAL

Em 26.03.2015   Arquivado em Uncategorized
Oi oi gente!!!
Mais um tag estreando aqui no blog, SAÚDE DA MULHER, vou resumir informações sobre cada tema que muitas de nós temos dúvidas e que vira e mexe perguntamos ao Google. E optei em começar pela pílula anticoncepcional por um tempinho desses atrás responder a dúvida de uma amiga.
Como se trata de saúde o post vai ficar um pouco longo, mas bastante informativo.
Você sabia?

A primeira pílula anticoncepcional, Enovid-R, lançada no mercado em 1960, foi descoberta por acaso. Por estranho que possa parecer interessados em descobrir um caminho para combater a esterilidade feminina, os pesquisadores chegaram a uma fórmula com ação contraceptiva. Esse achado foi de extrema importância para o sucesso da Revolução Sexual, que pôs fim a séculos e séculos de repressão, sobretudo para as mulheres, e alterou padrões de comportamento, visão de mundo e estilo de vida dos dois gêneros.
Existe um tipo de anticoncepcional ideal para você! A avaliação se o que você está usando é o melhor pode ser feita pela persistência e frequência dos efeitos colaterais. Aquele que causa muitas náuseas, vômitos, dores de cabeça e diarreia, poderá ser trocado por outro que se ajuste melhor ao seu perfil. Existe o anticoncepcional da adolescente, da mulher na pós- menopausa, da gordinha, da peludinha, da magrinha, cada perfil determina um tipo de pílula.

Perguntas e respostas! 

· Qualquer mulher pode tomar pílula anticoncepcional?
A mulher precisa passar por uma consulta com o ginecologista antes de tomar pílula. Existem algumas contraindicações que só um médico pode avaliar, como, por exemplo, pacientes com doenças hepáticas, antecedentes de trombose, câncer de mama, câncer de útero e câncer de ovário.

· Pessoas com problemas de circulação podem utilizar o medicamento?
As pílulas anticoncepcionais não são recomendadas para essas pacientes, no entanto, é necessário que a mulher converse com um ginecologista para avaliar o caso. Normalmente, os médicos recomendam as pílulas de baixa dosagem, que contêm menos hormônios e têm menos efeitos sobre a circulação.

· Tomar anticoncepcional por muito tempo pode causar infertilidade?
Não, pelo contrário. A pílula anticoncepcional preserva a fertilidade da mulher e diminui os riscos de desenvolver endometriose, cisto no ovário, mioma e pólipo uterino.

· O uso contínuo da pílula pode causar câncer?
Não existe nenhuma prova de que a pílula cause qualquer tipo de câncer. O que existe é uma evidência de que ela protege a mulher contra o câncer do ovário e câncer de endométrio. Ao tomar a pílula, a mulher fica protegida também contra o aparecimento de miomas, endometriose, pólipos, cistos no ovário, alguns tipos de infecção e alterações benignas das mamas.

· A pílula pode interromper o crescimento de pelos?
Existem algumas pílulas que diminuem a quantidade de pelos, principalmente aqueles anormais, que crescem em locais em que a mulher não está acostumada, como face e abdômen. Outras também melhoram a acne e a oleosidade da pele.

· Existe algum horário ideal para tomar o anticoncepcional?
A melhor hora para tomar pílula é durante a noite. O conteúdo hormonal será absorvido pelo estômago enquanto a mulher está dormindo, portanto, a chance de efeito colateral será menor.

· A pílula perde o efeito quando é tomada por muito tempo?
Não, pelo contrário. Quanto mais tempo a mulher tomar a pílula, maior o efeito contraceptivo.

· Pílulas anticoncepcionais podem causar dependência?
A mulher pode se sentir mal quando interromper o uso da pílula ou fizer uma pausa de quatro a sete dias, mas é por causa da queda hormonal. Isso não indica dependência.

· Na troca de anticoncepcional, há riscos de uma gestação?
Se o anticoncepcional for trocado sem interromper sua orientação de uso, não tem risco nenhum.

· É possível escolher uma versão genérica ou similar da pílula que consta na receita?
É preciso prestar muita atenção, pois nem sempre a composição do remédio similar ou genérico é exatamente a mesma do medicamento indicado pelo especialista e os resultados podem ser prejudicados. Na dúvida, converse com o seu médico para saber qual a melhor opção.
· Há risco em tomar a pílula sem intervalo?
A usuária do modo contínuo (sem intervalo) não corre risco nenhum. Algumas  doenças como mioma, endometriose, cistos nos ovários e sintomas da TPM são tratados com a pílula.

· Cigarro mais pílula o que pode acontecer?
A combinação das substâncias tóxicas do cigarro com o uso contínuo do anticoncepcional pode ser perigosa porque as primeiras alteram a coagulação do sangue, prejudicando o sistema circulatório, que em conjunto com a pílula potencializa o problema, podendo causar uma trombose.
· Se tomar pílula do dia seguinte mais de uma vez, há risco de engravidar?
 Sim, a ação do remédio está em interromper ou inibir a ovulação, dificultando o acesso dos espermatozoides aos óvulos, mas se você vacilar mais de uma vez no mesmo mês e recorrer ao método de emergência, sua eficácia diminui, podendo resultar em uma gravidez. 
Bem meninas eu uso a pílula sem intervalo e minha vida é bem melhor assim, só menstrua quem quer, eu não bebo semanalmente e sim sociavelmente um vinho ou ice, mas muito pouco, também pratico atividade física que elimina as toxinas do álcool do corpo, vou uma vez por ano ao médico e faço o preventivo. Então tento cuidar ao máximo da minha saúde.
Esse post é informativo, tirei todas as dúvidas que eram minhas do Google, mas não deixe de procurar um médico para saber qual o melhor anticoncepcional pra você!
Beijos